Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Just Mom

Uma autêntica salada russa (eu sei!), mas espero que se divirtam a ler.

Just Mom

Uma autêntica salada russa (eu sei!), mas espero que se divirtam a ler.

10
Mai17

Mom Sandra e a música do Salvador

Mom Sandra

 

O ano é 2017 d.c.. O Mundo está todo parado a ouvir o Salvador*. Todo? Não. Uma pequena mãe de irredutíveis portuguesas ainda resiste. E a vida não é fácil para as pessoas que a rodeiam, porque ela não conhece a música.

 

 

Até hoje de manhã, ainda não tinha ouvido uma única nota da música do Salvador. Agora que a ouvi, só posso dizer que me parece uma canção de embalar...

 

 

Talvez precise de a ouvir mais vezes.

 

 

* disseram, na Rádio Comercial, que a actuação do Salvador foi a mais vista (não consegui confirmar a informação), mas encontrei isto: "... a hashtag #Eurovision liderou a nível mundial e #SalvadorSobral teve mais de 18 mil tweets em Portugal."

 



02
Mai17

A Época Balnear e as vacinas - questões e opiniões

Mom Sandra

Hoje, uma das principais notícias que tem feito parte dos noticiários do país é o facto de, no dia de ontem, terem morrido 4 pessoas afogadas, em praias portuguesas.

 

Sobre esta notícia, não consigo ter outra reacção que não seja:

Ora bolas! Todos os anos é a mesma coisa! Todos os anos há pessoas que se afogam nas nossas praias antes do começo da Época Balnear! E isto porquê?! Não é só porque o clima assim o permite (quem é que nos pode culpar por o Verão chegar quase sempre mais cedo do que deve?), mas também porque os governantes o permitem (e é aqui que temos a burra nas couves).

 

Digam-me lá se não era mais fácil albardar-se o burro à vontade dos donos?... e com isto quero, simplesmente, dizer:

 

Para quando a antecipação do inicio da Época Balnear?, ou então, pelo menos, a colocação de vigilantes nas praias, quando estas começam a ser mais frequentadas?

 

Todos sabemos que a raça humana é um "pouco" desobediente. Também sabemos que essa desobediência é ainda maior quando sabemos que não estamos a ser vigiados. E ainda sabemos que, no que ao mar diz respeito, não existem avisos suficientes para que as pessoas percebam o perigo que está à espreita...

 

Conclusão em jeito de questão:

Se as pessoas não ficam longe do mar nos dias de Inverno, se não ficam longe do mar nos dias de Inverno com Alerta Vermelho para a costa, digam-me lá como é que vão ficar longe do mar num fantástico dia de calor, mesmo que não estejam vigiadas?...

 

 

 

A semana passada, durante alguns dias, a notícia era a criação de uma petição a exigir a obrigatoriedade da vacinação em Portugal.

Acerca deste tema tenho apenas duas questões e uma pequena conclusão:

 

1ª Questão:

As crianças não correm risco de contágio de nenhuma doença à qual estejam vacinadas, certo?

Sinceramente nunca fiz esta pergunta (assim de caras) a nenhum médico, mas parto do principio que, se nos fazem passar por tanta tortura é porque, certamente, ficamos imunes àquelas doenças.

 

2ª Questão:

Parto do principio que, tanto quem criou a petição, como todos os que a assinaram, são adultos com as vacinas em dia e têm filhos com as vacinas em dia (bem, esta não é necessariamente obrigatória, mas é igualmente importante), certo?

 É que, se não for esse o caso, então não percebo como podem apregoar o que não fazem!... Que eu saiba, #naosomostodossocrates

 

Conclusão:

Do meu ponto de vista, esta petição está ao nível da petição americana, pelo que a classifico: ... É só disparatada!

 

Meus senhores, por favor, não queiram estragar o que de mais belo temos no nosso país (e não, não é o sol, porque esse quando nasce é para todos! ) que, caso não saibam é a LIBERDADE!!!

No meu país existe um conjunto especial de leis a que se chama CONSTITUIÇÃO. Nesta CONSTITUIÇÃO está consagrado o meu DIREITO À LIBERDADE e o meu DIREITO À ESCOLHA!

 

Sugiro, caso insistam nas petições, a criação de uma que tenha a pretensão de chegar à Assembleia da República para que seja discutida a obrigatoriedade (e aqui é fundamental!) da transparência das negociações de bastidores, que digam respeito aos grandes assuntos do nosso país e do nosso futuro... por exemplo...

 



14
Nov16

Uma aldeia na vanguarda da civilização

Mom Sandra

("É a tua aldeia, Mom?")

 

Hummm... No que a avanços da civilização diz respeito, posso dizer-vos que não está na vanguarda... Mas aposto que ganha um prémio de classificação, num qualquer concurso de bizarria.

 

A minha aldeia é muito pequena.

Devemos ser, para aí, uns 1000 habitantes... ("Só?") Pronto, está bem, talvez nem sejamos tantos. Numa tentativa de ser um pouco mais realista, talvez cheguemos aos 500 habitantes... ("A sério, Mom?!") Mesmo a sério, não sei! Segundo os meus cálculos, devemos andar entre os 300 e os 500 habitantes, mas, devido à ausência de dados (e eu procurei-os), não sei dizer exactamente quantos somos.

 

Por sermos uma catrefada de gente a viver aqui, temos direito a um café, uma paragem da carreira (nome pomposo dado pelas gentes da terra - porque é o que está escrito na bandeirola das paragens - aos autocarros, ou cami(o)netas), uma cabine telefónica e para aí uns 7 conjuntos de eco-pontos + 2 contentores grandes do lixo, espelhados pelas zonas onde existem agrupamentos de vivendas,

 

Esta pequena aldeia é atravessada por uma EN, que a divide entre a parte norte e a parte sul... E aqui é que a porca morde torce o rabo*!

 

Just Mom by Mom Sandra

 

 

 

 

E que bem se vive no campo!

 

 

*Primeiro achei que era morde, embora não estivesse convicta disso porque não fazia sentido. Quase no fim do post acendeu-se uma luz no meu cérebro que iluminou a palavra torce... Com a idade, o Alzheimer acentuou-se.



03
Abr15

20 expressões portuguesas vistas por um inglês

Mom Sandra

Lembram-se daquela página cheia de artigos engraçados de que vos falei neste post?... Pois é! Foi lá que descobri mais um artigo super engraçado, que vos trago para se divertirem!

O artigo original está escrito em inglês, mas como foi o facto de terem traduzido as expressões que usamos para inglês que fez com que me risse à gargalhada, decidi escrevê-las entre parêntesis.

 

As 20 Expressões Portuguesas Mais Engraçadas (e como usá-las)

 

  1. Um Português não "desiste", ele "tira o cavalinho da chuva" (A Portuguese does not "give up", he "takes his little horse away from the rain")
  2. Um Português "não tem um problema", ele "está feito ao bife!" (A Portuguese does not "have a problem", he "is done to the beef")
  3. Um Português não "quer que o deixes em paz", ele quer que "vás chatear o Camões!" (A Portuguese does not want you "to leave him alone", he wants you to "bother Camões")
  4. Um Português não "causa problemas", ele "parte a loiça toda!" (A Portuguese does not "cause problems", he "breaks all the dishes")
  5. Para um Português as mulheres não são "sexys", são "boas como o milho!" (For a Portuguese, you are not "sexy", you are "as good as corn")
  6. Um Português não "trabalha muito", ele "tem água pelas barbas" (A Portuguese does not "work a lot", he "gets water up his beard")
  7. Um Português não "fala vezes sem conta sobre a mesma coisa", ele "gira o disco e toca o mesmo" (A Portuguese does not "talk about the same thing over and over again", he "turns the record and plays the same song")
  8. Um Português não faz "espectáculo", ele faz "para Inglês ver" (A Portuguese does not do something "to show off", he does it "so the English can see it")
  9. Um Português não "é um sem vergonha", ele "tem cara podre" ou "tem muita lata" (A Portuguese is not "shameless", he has "a rotten face" or he "has a lot of cans")
  10. Um Português não "se cala e ouve o que não gosta", ele "engole sapos" (A Portuguese does not just "shut up and listen to things he does not like", he "swallows frogs")
  11. Um Português não te diz "para te pores a andar", ele manda-te "para onde Judas perdeu as botas" ou manda-te "pentear macacos" (A Portuguese does not tell you to "piss off" he tells you "to go to the place where Judas lost his boots" or he will tell you to "go away and comb monkeys")
  12. Um Português não "acorda zangado", ele "acorda com os pés de fora" (A Portuguese does not "wake up angry", he "wakes up with his feet outside")
  13. Um Português não "está chateado", ele "está com os azeites" (A Portuguese is not "upset", he is "with olive oil")
  14. Um Português não "é experiente", ele já "passou muitos anos a virar frangos" (A Portuguese is not "experienced", he has "spent many years turning chickens")
  15. Um Português não acha que "tens ideias estranhas", ele acha que "tens macaquinhos na cabeça" (A Portuguese does not "think you have strange ideas", he "thinks you have little monkeys inside your head")
  16. Para um Português as coisas "não são simplesmente o que são", elas são "pãp, pão, queijo, queijo" (For a Portuguese, something is not "really simple" it is "bread to bread and cheese to cheese")
  17. Um Português não "morre", ele "vai desta para melhor" ou "vai com os porcos" (A Portuguese does not "die", he "goes from this one to a better one" or he "goes off with the pigs")
  18. Um Português não "desconfia", ele "fica com a pulga atrás da orelha" (A Portuguese does not "feel suspicious", he "has a flea behind his ear")
  19. Um Português não "descansa", ele "está à sombra da bananeira" (A Portuguese is not "worry free", he "is sitting under banana tree")
  20. Um Português não é "desajeitado", ele "parece uma barata tonta" (A Portuguese is not "clumsy" he "looks like a silly cockroach")

 

<IMG src="http://cdn1.matadornetwork.com/assets/images/site/matador-logo-small.png" alt="" title="">
<IMG src="http://cdn1.matadornetwork.com/assets/images/site/matador-logo-small.png" alt="" title=""&amÉ, ou não é engraçado vermos que, expressões que usamos no nosso dia-a-dia e que para nós fazem tanto sentido, parecem tão disparatadas quando são ditas noutra língua?
 
 


Arrumação

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Just Mom @:

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow