Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Just Mom

Uma autêntica salada russa (eu sei!), mas espero que se divirtam a ler.

Just Mom

Uma autêntica salada russa (eu sei!), mas espero que se divirtam a ler.

02
Fev18

Por vezes o cérebro prega-nos partidas

Mom Sandra

(imagino o meu cérebro a gozar o prato e a rir à gargalhada, sempre que me prega esta partida)

 

 

As palavras fervilham na minha mente. Os pensamentos correm, passando de uns para outros, quase sem que me consiga aperceber. Por vezes, tento voltar ao início e recordar o pensamento que deu origem a outros tantos (algumas com sucesso), mas eles multiplicam-se e eu perco-me...

Tenho de os escrever, para não me voltar a perder. lembro-me do caderno... que tirei da mala há uns dias, com o intuito de comprar um novo... que ainda não aconteceu... Ora Bolas! (comprar caderno! - pronto, agora que já o escrevi, já não me esqueço)

Procuro na mala o telemóvel. Ligo o gravador de voz e as palavras não saem, agrupadas em frases, como eu esperava.  ao invés, voam, tal como gaivotas na praia, num final de tarde de verão, primeiro apenas algumas e depois outras, seguidas de outras e de outras, até voarem todas da minha mente. e eu, em vez de contemplar as que iam ficando, preferi despedir-me, em silêncio, das que se iam embora.

 

Sem outros pensamentos, limito-me ao que estava a fazer.



12
Mai15

O dia depois de ontem

Mom Sandra

Ontem, como muitos perceberam, foi um dia negro para mim.

Foi um daqueles dias, como já não tinha, há muito tempo. Em que aconteceram muitas coisas. Em que recordei outras tantas. Foi, o que costumamos dizer: Um dia para esquecer!...

Mas eu não quero (e não consigo) esquecer, porque, se esquecer, quando me voltar a acontecer eu não estarei preparada e voltarei a sentir-me como me senti... Mal, triste, frustrada, irritada, "abusada", chateada, e muitos outros adjectivos terminados em -ada e -ida...

 

Hoje é o dia depois de ontem, e é, como sempre, o dia da ressaca!

É o dia em que a nossa mente está cansada, depois de ter estado nos pícaros. É o dia em que eu obrigo a minha mente a assimilar todas as coisas que aconteceram. É o dia em que começo a perceber como é que aconteceram, porque é que aconteceram e é também o dia em que eu começo a criar os anti-corpos contra todas aquelas coisas.

 

Eu costumo dizer que: À primeira toda a gente cai, à segunda só alguns e à terceira só quem é burro. Ora, como não me considero burra, até pelo contrário, eu sou daquelas pessoas que só cai à primeira!

 

Working Mind

Eu sei que vai haver quem pense que este post é uma carapuça e que vai vestir a carapuça e que a carapuça lhe vai servir... A essa pessoa, só tenho isto para lhe dizer:

Tu foste apenas uma gota da enxurrada de emoções que me abalaram ontem! Foste uma desilusão!

Não precisas de comentar, nem este, nem mais nenhum dos meus posts... Todos os teus comentários não passarão pelo lápis azul, porque aqui, neste meu blog, quem manda sou eu! Obrigada pelas palavras de apoio que tiveste para me dar. Boa viagem e sê feliz!

 

Para os outros que ficaram agora à nora, deixo-vos o link para o post da Magda: Peditórios e afins. A quem contribuiu para esta causa, principalmente por causa das minhas palavras, só posso pedir-vos imensas desculpas e dar-vos a minha palavra de que não voltarei a fazer peditórios em nome dos outros.