Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Just Mom

Uma autêntica salada russa (eu sei!), mas espero que se divirtam a ler.

Just Mom

Uma autêntica salada russa (eu sei!), mas espero que se divirtam a ler.

18
Dez15

"... só..."

Mom Sandra

Digo-vos já, assim de caras, que uma das "coisas" que mais me irrita é aquela malta que, por um qualquer motivo que apenas interessa aos próprios, não se sabem comportar em sociedade... Acham-se Deus Nosso Senhor - Criador do Céu e da Terra, e, mesmo sabendo que alguém irá ficar prejudicado, tomam pequenas atitudes para o seu próprio bem-estar.

 

 

Cá em casa baptizámos essas pessoas de: .

 

Cenário 1:

Carro parado em segunda fila, ou num local proíbido, ou em cima do passeio, ou numa curva

Depois de muitos apitos e nervos em franja, chega o/a condutor/a (uns chegam a correr, outros como se não se passasse nada) e diz:

 Fui ali...

Estava a...

 

Cenário 2:

Fila (não interessa o tamanho, afinal, fila é fila!) na mercearia, ou caixa de supermercado, ou outro qualquer estabelecimento comercial

Chega o/a cliente apressado/a e diz:

Não se importa que passe à frente, tenho um artigo...

Deixei o almoço (ou jantar, depende da hora) ao lume, e agora é que vi que me faltava, posso passar à frente?

 

 

As minhas respostas são sempre a mesmas:

Eu também quero passar!

ou

E eu tenho isto (aponto para as compras)

Também eu!... E me esqueci disto (aponto para as compras)

 

Era só isto! 

 (imagem tumblr)



05
Mai15

TAG: Coisas que me dão nervos/odeio/irritam

Mom Sandra

Este desafio veio da Rita e deu-me água pelas barbas (não literalmente, porque não tenho barba, mas se tivesse toda ela estaria molhada)... É que ele já está de molho desde o dia 22 de Abril... Meus Deuses!!! Quase um mês...

Como se não bastasse, a querida Miss Ana (eu acho que estas coisas das nomeações já começam a ter pata da Lady Mary) nomeou-me, também, uns dias depois...


Bem, mas de hoje não passa! (até porque tenho mais uns quantos para despachar e quero ver se os consigo despachar a todos ainda esta semana... )

 

TAG: COISAS QUE ME DÃO NERVOS/ODEIO/IRRITAM

 

Este desafio consiste em dizermos tantas coisas que nos dão nervos, quanto a idade da nossa avó.
Infelizmente já só tenho uma avó pelo que não posso escolher uma das idades, mas, como se isso não bastasse e, para mal dos meus pecados, a avó que me resta tem muita idade!!! Muita mesmo!!! Quase um século de idade!!

De todas as respostas que li, a este desafio, não houve um que se aproximasse da idade da minha avó!... A minha salvação é que até sou uma pessoa com uma quota parte de mau feitio, por isso não me deverá ser difícil descobrir 95 (!!!) - sim, leram bem!!! A minha avó fez, este ano, 95 anos!! - coisas que me irritam... (com jeitinho acho que chegava aos 100! )

 

Coisas Que Me Irritam!

 

  1. Dizer que não e insistirem no sim;
  2. Ter vontade de fazer xi-xi e estar um frio de rachar;
  3. Já estar deitada e não conseguir dormir por sentir os pés frios e não vestir logo as meias;
  4. Ter a casa toda arrumada apenas durante uns minutos;
  5. Correr para os transportes;
  6. Esperar;
  7. Testemunhas de Jeová a baterem à porta ao Domingo de manhã;
  8. Querer e não ter;
  9. Vozes esganiçadas e demasiado infantis nos desenhos animados;
  10. Não ser compreendida;
  11. Repetir as coisas mais de duas vezes;
  12. Faltas de educação;
  13. Condutores aceleras;
  14. Chicos-Espertos;
  15. Publicidade enganosa;
  16. Produtos que não cumprem as suas funções;
  17. Promessas não cumpridas;
  18. Estar a tomar banho e acabar o gás;
  19. Pensar que é um determinado dia da semana e ser outro;
  20. Ter pessoas coladas a mim nas filas;
  21. Andar nos transportes cheios de gente;
  22. As televisões não cumprirem com a programação;
  23. A quantidade exorbitante de anúncios nos canais nacionais;
  24. Deixar livros a meio, porque não gosto do que estou a ler;
  25. Abusadores - de confiança, de crianças, de idosos, de mulheres, de homens, de animais, etc.;
  26. Erros ortográficos constantes;
  27. Ser tão distraída;
  28. Chatear-me;
  29. Maus cheiros;
  30. Que me tentem impingir coisas que não quero;
  31. Produtos que não servem para nada;
  32. Orelha de porco;
  33. Água fria;
  34. Pulgas;
  35. Birras;
  36. Querer vestir algo que ainda está no cesto da roupa suja;
  37. Ser tão perfeccionista;
  38. Políticos;
  39. Condutores de fim-de-semana;
  40. Filmes que se percebe o fim, nos primeiros cinco minutos;
  41. Pessoas mal dispostas;
  42. Arroz;
  43. Pessoas egoístas;
  44. Estar tão chateada que tenho de gritar;
  45. Ser tão esquecida;
  46. Coco ralado;
  47. Mão de vaca;
  48. Pessoas coscuvilheiras;
  49. Injustiças;
  50. Pessoas que me dizem como educar as filhas;
  51. Alergias;
  52. Pessoas lamechas;
  53. Ter dores;
  54. Mentiras;
  55. Falar para o boneco;
  56. Piolhos;
  57. Dobrada;
  58. Ser preguiçosa;
  59. Pessoas com mania que são alguém;
  60. Pessoas que se encharcam em comprimidos - uns para tratar umas coisas e outros para tratar os efeitos que os primeiros fazem (explo: tomam medicamento para combater a diarreia e depois medicamentos para a prisão de ventre...)
  61. Fazer coisas por obrigação;
  62. Porque sim!;
  63. Porque não!;
  64. Comentadores da bola facciosos (são profissionais, bolas!);
  65. "Eles" raramente acertarem no tempo;
  66. Pessoas vazias de humor;
  67. Que estejam a transformar o país num local "only for rich people";
  68. Não poder estar com a minha avó, sempre que quero;
  69. Que sejam sempre os mesmos que estão por trás de tudo, no nosso país;
  70. Ser nervosa;
  71. Ter medo de agulhas;
  72. Dizer que não volto a fazer qualquer coisa e, no dia seguinte estar a repeti-la;
  73. Mentirosos compulsivos;
  74. Contra-sensos;
  75. Agências de notação financeira;
  76. O novo acordo ortográfico - recuso-me a adoptá-lo!;
  77. Que os pais deleguem nos professores as suas funções - a função de um pai é educar o seu filho;
  78. Que os professores deleguem nos pais as suas funções - a função de um professor é ensinar factos académicos;
  79. Saber que há pessoas que apenas! jogam à bola e ganham milhares de milhões de dólares (ou euros) por ano;
  80. Saber que há milhares de milhões de pessoas a morrerem à fome e a viverem com misérias;
  81. Pessoas que ganham muito mais do que a média nacional (arrisco-me mesmo a dizer, mundial) e choram-se porque não têm dinheiro;
  82. Mães que só o são porque pariram os filhos;
  83. A vida passar a correr;
  84. Adeus(es) - um vez disseram-me que adeus diz-se aos mortos e eu nunca mais o disse a alguém vivo;
  85. Despedir-me da minha avó, sempre que tenho de me vir embora;
  86. A vida ser tão madrasta, às vezes;
  87. Ter de pensar, todos os dias, no que vou fazer para o jantar;
  88. Não ter a minha Sis à minha beira;
  89. Passarem-se meses sem estar com as minhas amigas do coração;
  90. Ser capaz de passar dias a pensar que tenho de ligar a alguém e acabar por nunca o fazer;
  91. Discutir com o maridão;
  92. Que não me dêem possibilidade de me explicar;
  93. Ter de ficar calada durante mais de... hummmm... 28 segundos;
  94. Frio;
  95. Ter chegado ao fim deste desafio.

Last, but not least, os nomeados!!!  (infelizmente não sei se alguém tem uma avó mais velha do que a minha, por isso, cá vai! Quem já tiver feito, faxavôr de deixar o link nos comentários, que eu quero ler!)

Desta vez, decidi nomear os bloggers que sigo à menos tempo. (para não serem sempre os mesmos!)

 

Funeral Party

Maria, quem és tu?        

A Borboleta com Pinta

Dúvidas Cor de Rosa

Amargo e Doce Desejo

Fabuleux destin d'Ana

 

That's all folks!

 

 



05
Fev15

Coisas que me irritam bastante #2

Mom Sandra

  • abrir as latas de atum (ou outro qualquer alimento com aquele tipo de abertura, que consiste em puxar uma parte da tampa por um anel) - das duas (ou três) uma, ou a parte que é suposto sair fica presa à outra (a única maneira de abrir o resto da lata é entornar tudo - que me aborrece porque acabo sempre suja - ou então desistimos e tentamos tirar a comida com um garfo - o que me aborrece muito porque acaba sempre por ficar lá qualquer bocado); ou quando estamos quase a conseguir tirar, mesmo (mesmo, mesmo, mesmo) no fim, aquela porra sai de repente - é aborrecido porque acabo sempre salpicada de gordura!!!

  • abrir as latas de atum (ou outro qualquer alimento com aquele tipo de abertura, que consiste em puxar uma parte da tampa por um anel) e ficar com o puxador (ou anel) no dedo!

  • aquela parte colada do papel higiénico - sempre que a tento descolar estrago quase meio rolo de papel!