Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Just Mom

Uma autêntica salada russa (eu sei!), mas espero que se divirtam a ler.

Just Mom

Uma autêntica salada russa (eu sei!), mas espero que se divirtam a ler.

17
Mai17

Eu, Mom Sandra confesso que...

Mom Sandra

Sou muito mais distraída do que tenho noção.

 

Sei que, por ser distraída, deixo sempre tudo em todo o lado e nunca encontro o que quero e que dou pontapés em muitas coisas que se vão colocando à frente dos meus pés.

Também sei que, por ser distraída, é-me totalmente possível querer ir para um qualquer lugar e ir parar a outro completamente diferente.

E ainda sei que, por ser distraída, só não me esqueço da cabeça, por aí, porque está agarrada ao corpo.

 

Mas acho que a minha distracção tem limites, e que esses limites me impedem que coisas, completamente surreais, me aconteçam... Ou melhor, achava. Depois de me ter acontecido o que vou contar, temo que, afinal, a minha distracção seja ilimitada.

 

 

 Ontem deixei um Desafio, hoje conto a história que o originou. 

 

 

Há umas semanas, num dia de chuva, consegui dar cabo de um par de botas.

No dia seguinte fui comprar outras. Entrei na sapataria mais fashion da aldeia e comecei a ver as botas. Percebi que a oferta era mais do que muita - resumia-se a três pares - e comecei a ficar desesperada com o tempo que iria demorar a escolher... dezassete segundos depois estava a experimentar a bota do pé direito. menos de dois minutos bastaram para concretizar a compra e sair da loja.

Assim que cheguei ao carro calcei-as e continuei o meu dia.

 

 

Muitas horas depois - mais de duas - estava eu, encostada ao balcão da cozinha, quando olhei para os pés.

Havia alguma coisa que me estava a chamar a atenção, mas eu não conseguia perceber exactamente o quê....

 

Achando que era da dobra das botas, uma estava mais dobrada do que a outra, tentei dobrar a direita, para ficar do mesmo tamanho que a esquerda, mas a dobra ficava maior. Depois tentei desdobrar a esquerda, mas não dava, a dobra estava cosida.

"Mau, mau, mau Maria! Então o que é que se está a passar?"

Comecei a olhar mais atentamente para as botas e vi que a esquerda tinha uma linha de "lã", quase no peito do pé, enquanto a direita tinha apenas a costura...

"Oh Meu Deus!!!! As botas são diferentes!!!!"

Soltei uma mega gargalhada, que se deve ter ouvido no espaço.

"Como é que é possível eu ter comprado um par de botas, diferentes, sem que me tenha apercebido?"

 

 

 

Voltei à loja para tentar encontrar o par de uma das botas e resolver o meu problema. Dirigi-me para a secção das botas e, qual não é o meu espanto, quando descubro que já não estavam lá os pares!

 

 

Não bastava eu ter-me enganado, como estendi o meu engano a outra freguesa, que, tal como eu, tem, agora, um par de botas desiguais.

 

 

 

P.S. - No final disto tudo o sr. Sapateiro devolveu-me o dinheiro das botas e deixou-me ficar com elas. 



7 conversas

Queres conversar?