Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Just Mom

Uma autêntica salada russa (eu sei!), mas espero que se divirtam a ler.

Just Mom

Uma autêntica salada russa (eu sei!), mas espero que se divirtam a ler.

26
Mai15

Cenas que me acontecem #8

Mom Sandra

Ontem foi o Dia Internacional da Criança Desaparecida, ouvi no Domingo de manhã na rádio, mas depois esqueci-me (porque é que não me surpreende?!). Ontem andei o dia todo a tentar lembrar-me que dia era, sabia que era um dia "especial", mas não me lembrava do que era... Até que me deparei com o post que a Fatia Mor fez, dedicado a isso: Dia Internacional da Criança Desaparecida... Fio nessa altura que me lembrei!!

 

Não quis fazer um post acerca deste dia, ontem, pois sabia bem o que queria escrever. E eu queria escrever acerca de uma situação que passei, com a Inês, que achei que foi daquelas coisas que só me acontecem a mim.

 

Julho de 2007.

Eu e a Inês estávamos na Praia. A Inês tinha, na altura, quase 4 anos, cabelo ligeiramente acima dos ombros, fino e liso.

Estávamos as duas a brincar na areia, ela virada para o mar e eu para a estrada. De vez em quando ia olhando para a estrada, para o local onde tinha deixado o carro - é que devido ao calor que se fazia sentir e como o carro estava estacionado mesmo à entrada da praia, os vidros tinham ficado abertos - para ver se ele ainda lá estava. Numa destas vezes em que espreito para o carro, houve algo que me chamou a atenção, no meu angulo de visão, não muito longe do carro. Quando olho com mais atenção, vejo um casal a apontar para o local onde nós estávamos. Olhei para trás, a pensar que poderiam estar a chamar a atenção a alguém que estivesse atrás de nós, mas, foi com espanto que percebi que não... O casal estava a apontar para mim e para a Inês.

Nesse momento comecei a ficar intrigada e perdi tempo a prestar atenção ao que diziam. O que consegui ouvir foi, mais ou menos isto:

Ela - É sim! Vê lá bem se não é!

Ele - Olha que não... É só parecida...

Ela - Não é só parecida! É ela mesma! Repara lá bem. A mesma idade, o mesmo cabelo, o mesmo tipo de corpo...

Ele - Não sei... Se conseguíssemos ver os olhos.

 

E foi neste momento que percebi o que estava a acontecer... Aquele casal, que estava a escassos metros de nós as duas, achava que a Inês era a Maddie! Fiquei estarrecida! Nem queria acreditar no que me estava a acontecer!

Não bastava o festival que estava a haver no país, há cerca de um mês, por causa de um "rapto", agora ainda tinha de levar com filmes de malucos, só porque a minha filha era da mesma idade que a Maddie?! Mas está tudo louco, ou quê?!

Não fiquei a assistir ao desenrolar da cena, porque a vontade de brincar da Inês era maior e fomos buscar água... Quando voltamos o casal de alucinados já se tinha ido embora, e eu fiquei aliviada.

 

 



Conversar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.