Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Just Mom

Uma autêntica salada russa (eu sei!), mas espero que se divirtam a ler.

Just Mom

Uma autêntica salada russa (eu sei!), mas espero que se divirtam a ler.

29
Jan18

Parei, Pensei e Percebi

Mom Sandra

Com o passar dos anos, torna-se inevitável escolhermos um (ou vários) dia(s) para fazermos um balanço da vida, e de nós. Uns escolhem o final, ou início, do ano. Outros a idade, normalmente um número redondo - terminado em zero ou cinco (a mim aconteceu-me aos quarenta e dois...). Outros o casamento ou nascimento de um filho. Outros mesmo, a morte de alguém chegado... Não importa a data, mas a verdade é que todos, mais cedo ou mais tarde, sentimos necessidade de pararmos e olharmos para quem somos, o que temos, quem temos e percebermos o que queremos.

 

A minha introspecção levou-me a perceber, primeiro que tudo, o quanto amadureci. Percebo-o, todos os dias (excepto quando conduzo... ainda me encontro, muitas vezes, na fase em que "devia ter uma estrada só para mim",), tanto em pequenas, como em grandes acções. Percebo-o, quando me consigo fazer explicar sem tentar levar a minha avante. Percebo-o, quando, com toda a paciência e atenção do mundo, escuto o que por vezes não me apetece ouvir. Percebo-o, quase sempre que algo me corre mal, tendo ou não a culpa.

 

Apercebi-me, também, que:

falo menos vezes com quem gostaria de o fazer, tanto aqui como lá fora.

perco menos tempo a tomar decisões que sei que eventualmente, iriam acabar por acontecer.

voltei a fazer coisas que tinha deixado de fazer.

conheci novas pessoas, que me deram a conhecer outras experiências de vida.

adoro palavras cruzadas!... principalmente as brancas!

 

Por fim, as certezas

Este ano coube-nos sermos os #campeoesdeinverno!!!!!!!! (um pequeno aparte, se me permitem, os meus agradecimentos a todos os que, directa ou indirectamente, contribuíram para esta vitória!)

 

 

Se estou mal, mudo-me. de vez em quando acontecem coisas boas.

Sinto-me mais confiante. A ansiedade ainda está cá, mas procuro (cada vez com melhores resultados) manter a calma, antes de me perder.

Todos os lugares onde estive a trabalhar (sete, totalmente diferentes, no espaço de um ano) trouxe comigo experiências - quer laborais, como sociais.

Aceitar é o primeiro passo para a mudança.

As dúvidas nascem na mesma proporção das certezas.

Passei a ter mais certeza, de algumas certezas que tinha.

 

 

a imagem veio d' A Bola



18
Mai17

Porque a vida (também) é isto

Mom Sandra

Ainda não tinham passado dez dias do ano 2011 quando uma pequena, mas possante, frase mudou a minha vida.

 

- "Eu e tu não somos filhas do mesmo pai..." - disse, já a chorar, a minha Sis.

 

Era Domingo e eu tinha 34 anos. 

 

Lembro-me que, naquele momento, estas palavras não fizeram qualquer sentido na minha mente. Lembro-me que, peguei no Cartão do Cidadão e li o nome do meu pai. Lembro-me das lágrimas a escorrerem na cara do meu pai e de eu lhe dizer, enquanto as limpava "Como é que alguém pode dizer uma coisa destas? Então não és o meu pai? Claro que és! Está aqui escrito, no Cartão do Cidadão, que o és!" Lembro-me que, naquele dia, só pensava na barbaridade que me estavam a dizer.

 

Os primeiros três dias (li algures que é o tempo que o cérebro precisa para assimilar novas informações) foram de dúvidas. Não existenciais (essas vieram mais tarde), mas da informação. Foram três dias a pensar que me estavam a enganar. Ao quarto dia, acordei e a informação já estava registada - o meu pai não era o meu pai biológico.

 

Os últimos seis anos foram de choque, revolta e dúvidas existenciais. Foram anos com muitos momentos negros e tristes. Foram anos onde, por duas vezes bati no fundo dos fundos. 

Mas também foram anos que me ensinaram muita coisa e que me transformaram na pessoa que sou hoje.

Consegui arrumar a cabeça. Consegui expulsar demónios. Consegui perceber que tudo nos acontece com um propósito. Tomei decisões que devia ter tomado há muito tempo. E aprendi que, até pode demorar, mas depois da tempestade vem sempre a bonança.

 

 

Este ano, decidi que estava na altura de voltar a viver. Comecei o ano decidida a mudar e tomei as rédeas da vida. 

 

Voltei a trabalhar.

Liguei a uma amiga muito especial, com quem já não falava há muitos e muitos meses.

Cortei, totalmente, com quem não presta.

Passeio a pé.

Riu muito mais.

Fiz novos amigos.

Transformei conhecidos em amigos.

Voltei ao blog.

 

Tudo isto, e muito mais, trouxeram-me mais alegria, mais calma e, com certeza, mais sabedoria.

 



08
Jan16

Mudanças a caminho!

Mom Sandra

Entrei neste ano cheia de ideias e de projectos e vontade de mudanças... Opá, não se ponham já a pensar

Olha, mais uma com as resoluções de Ano Novo!

porque não é nada disso! Sinto apenas que preciso de fazer pequenos ajustes na minha vida, pequenas mudanças, principalmente visuais.

 

Dito isto, tenho a anúnciar-vos que estou (mais uma vez, eu sei!) a mudar o visual do Just Mom... Aos poucos, como podem comprovar...

A grande surpresa é que todos os novos elementos foram feitos aqui pela Mom Sandra!

Estou ou não estou a ficar pró em design de blogs?

 

Vou aproveitar a vossa simpatia e pedir-vos apenas, um pouquinho de paciência... Muito em breve as obras acabarão e deixarei de encher a blogosfera de pó.

 



Arrumação

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Just Mom @:

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow