Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Just Mom

Uma autêntica salada russa (eu sei!), mas espero que se divirtam a ler.

Just Mom

Uma autêntica salada russa (eu sei!), mas espero que se divirtam a ler.

12
Fev15

Quem te ama não te agride!

Mom Sandra

Este é o nome da nova campanha, lançada pelo governo, contra a violência no namoro.

Esta acção tem a preocupação de apontar diversas formas de violência e “chamá-las pelos nomes”, deixando a mensagem: “Se alguém te agride, se alguém te humilha, se alguém te controla, se alguém te isola dos amigos, isso não é amor, é violência”.

in: http://www.publico.pt/n1685893

 

Estou totalmente a favor deste tipo de campanhas, até porque os números de hoje em dia - 25% admitiu que já foi agressor e 22,5% que já foi vítima - são cada vez mais assustadores, e dizem respeito a relações de namoro. Deduzo que, quem agride numa fase de namoro continue a fazê-lo mais tarde, numa relação conjugal.

A violência doméstica é um dos maiores problemas da nossa sociedade e tem de ser combatida. Muitos dos jovens que admitiram serem agressores vivem, na própria família, um ambiente de violência doméstica e espelham essa vivência para o namoro e mais tarde para o ambiente familiar. São jovens que não conhecem outra realidade e que, por isso, têm de ser "ensinados" que esses comportamentos são errados.

Já aqui disse, e volto a dizê-lo, sou totalmente a favor destas campanhas, mas acho que não deve ser dirigida apenas aos jovens, também as forças políciais, os promotores públicos e os juízes deviam ser alvos de campanhas identicas. Digo isto porque, infelizmente, na realidade as coisas não se passam como estas campanhas mostram.

Deixo aqui esta questão:

De que servem estas campanhas?... quando alguém que sofre violência psicológica e stalking, e com provas fisicas - sms's no telemóvel e conversas de skype - se dirige a uma esquadra da polícia para apresentar queixa, porque já não aguenta mais, e a primeira coisa que ouve é "Mas tem a certeza que quer fazer queixa? O melhor é mudar o número de telemóvel e não ligar." Depois, com o desenvolvimento do processo, já junto do promotor público ouve "Vem prestar declarações, mas digo-lhe já que estas queixas não dão em nada."

E eu sei muito bem do que é que estou a falar... Muita coisa tem de mudar!



Arrumação

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Just Mom @:

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow