Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Just Mom

Uma autêntica salada russa (eu sei!), mas espero que se divirtam a ler.

Just Mom

Uma autêntica salada russa (eu sei!), mas espero que se divirtam a ler.

02
Mai15

Estação de Santa Apolónia

Mom Sandra

Celebrou ontem 150 anos de existência, aquela que é uma das mais emblemáticas estações ferroviárias de Portugal, a Estação de Santa Apolónia.

Estação de Santa Apolónia - Desenho, 1865

 

Inaugurada a 1 da Maio de 1865, durante o reinado de D. Luís, a Estação de Santa Apolónia foi a primeira estação de comboios do nosso país. Tinha uma área coberta de 117 metros de comprimento por 25 metros de largura, com duas gares distintas - uma de passageiros e outra de mercadorias - salas de espera para 1.ª, 2.ª e 3.ª classes e sala do chefe de estação, tudo em apenas um piso, que era iluminado por 143 candeeiros a gás.

 

Estação de Santa Apolónia, 1865

 

A estação, foi encomendada pela Companhia Real dos Caminhos de Ferro Portugueses e teve como autores do projecto o Engenheiro Angel Arribas Ugarte, o Engenheiro Director João Evangelista Abreu e o Engenheiro Chefe Lecrenier, tendo custado, na altura, 255.164$000 réis (o equivalente a cerca de 1,27€).

 

Cais da Estação, século XIX.jpg

 

Começou por se chamar Caes dos Soldados, pois foi projectada para ser construída no local onde existia um quartel de Artilharia que era ocupado, nessa época, pelos soldados; mas depressa passou a ser conhecida por Estação de Santa Apolónia, uma vez que a gare dos passageiros foi construída no antigo Convento de Santa Apolónia.

 

Estação de Santa Apolónia, século XIX, por Estúdio Mário Novais

 

Em 1873, entra ao serviço a primeira linha de eléctricos em Lisboa, ligando a Estação de Santa Apolónia a Santos, acabando com o afastamento desta estação do centro da cidade.

 

Chegada Familia Real para Funeral Imperatriz do Brasil, 1890

 

Em 1890 foi noticiada a chegada do comboio que conduzia a família imperial à estação de Santa Apolónia, para o funeral da imperatriz do Brasil.

 

Partida Marinheiros, 1910/1911, Joshua Benoliel

 

Nos anos de 1910 e 1911, é desta estação que partem os marinheiros, com destino ao Norte, para combaterem os movimentos monárquicos. Nesta foto pode-se observar a aclamação do povo aos marinheiros, na altura do embarque.

 

Em 1926, esta estação sofre um enorme incêndio, que quase a destrói totalmente.

 

Incendio 1926, por Ferreira da Cunha  

Incendio 1926, por Ferreira da Cunha

Incendio 1926, por Ferreira da Cunha

Incendio 1926, por Ferreira da Cunha

 

Em 1927, cerca de 400 marinheiros envolvidos no movimento revolucionário, embarcam na estação de Santa Apolónia, dirigidos pelo 2.º tenente da Armada Henrique Tenreiro, com destino a Sacavém.

 

Partida Marinheiros para Sacavém, 1927, por Ferreira da Cunha

Em 1939 é inaugurado o Cais da Gare Marítima de Santa Apolónia, ligando esta estação aos navios que chegavam e partiam, todos os dias, da cidade.

 

Cais Gare Maritima, 1939, por Eduardo Portugal

 

No século XX foi acrescentado um andar superior e, simultaneamente, construída a Avenida Infante D. Henrique. Foram criados parques de estacionamento para automóveis particulares, táxis e paragens de eléctricos.

 

Construção Avenida Infante D. Henrique, por Joshua Benoliel

 

Os cais de embarque foram prolongados e alargados, passou a haver iluminação em toda a gare, assim como serviço de bar, salas de espera, depósito de volumes, vendas de jornais e um sistema de informação ao público. 

 

Santa Apolónia por Charles Chusseau-Flaviens

 A 16 de Maio de 1958, vive-se, nesta estação (assim como em todo o país) um momento de apoteose, com a chegada do General Humberto Delgado.

 

Chegada Humberto Delgado, 1958

Cinquenta anos depois, a Cidade de Lisboa presta a sua homenagem ao General Sem Medo e a todos os que lutaram pela Liberdade em Portugal, através da colocação desta placa, numa das paredes da estação.

 

Placa Homenagem Humberto Delgado

 

Desde o 25 de Abril de 1974, esta estação tornou-se num local de encontros entre muitas famílias que se encontravam separadas devido ao exílio de alguns dos seus membros. A chegada de Mário Soares no dia 27 de Abril de 1974, trouxe a esta estação, o maior mar de gente alguma vez visto.

 

25 de Abril, 1974,  arquivo da Global Imagens

Cais da Estação de Santa Apolónia, 1974, por Eduardo Gageiro

Regresso de Mário Soares a Portigal, 1974,  arquivo da Global Imagens

 

No dia 15 de Maio de 1982 saiu da plataforma 7 desta estação o comboio com destino a Braga que transportou o Papa João Paulo II.
 
 

Papa João Paulo II

 

Nesta plataforma encontra-se uma placa assinalando a viagem do passageiro mais importante que a CP transportou.

 

Placa Comemorativa Viagem Papa João Paulo II

Placa Comemorativa Viagem Papa João Paulo II

 

 No ano 2000 vários escritores partiram desta estação no Comboio da Literatura.

 

Partida Comboio da Literatura 2000.jpg

 

A 19 de Dezembro de 2007, com a inauguração da estação de Metro com o mesmo nome, a ligação com o resto da cidade passou a fazer-se de forma mais cómoda e rápida, facilitando a mobilidade dos passageiros.

 

1024px-Estação_de_Santa_Apolónia,_2011_10_13.jp

Gare_Sta_Apolónia_-_Lisboa 2015.jpg

Desta estação, partem todos os dias, 75 comboios da CP (Alfa Pendular, Intercidades, Inter-regional, Regional e Urbanos) e chegam outros 75 de vários pontos do País.

 

século XXI.jpg

Fachada actual 2015, arquivo da Global Imagens


É também na Estação de Santa Apolónia que têm início e fim os comboios internacionais Sud Expresso (ligação a Paris) e Lusitânia (ligação a Madrid).

 

 

 

Fontes:

Santa Apolónia assinala 150 anos de existência - Cultura - Notícias - RTP

Estação Ferroviária de Lisboa-Santa Apolónia

150 Anos da Estação de Santa Apolónia

PLATAFORMA 7 DA ESTAÇÃO DE LISBOA SANTA APOLÓNIA

Estação de Lisboa Santa Apolónia

Post também publicado aqui

 

 



2 conversas

Queres conversar?

Arrumação

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Just Mom @:

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow