Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Just Mom

Uma autêntica salada russa (eu sei!), mas espero que se divirtam a ler.

Just Mom

Uma autêntica salada russa (eu sei!), mas espero que se divirtam a ler.

23
Abr15

Era uma vez uma menina que aprendeu a ler

Mom Sandra

Essa menina tinha 5 anos. E desde que aprendeu a ler a sua vida mudou!

Ela passou a ler todas as letras de todas as palavras que apareciam à frente dos seus olhos.

E passou a ler as legendas dos desenhos animados para a sua irmã mais nova.

E um dia, ainda encantada com a magia que conseguia fazer, ensinou a sua irmã mais nova a ler.

Essa menina sou eu...

 

Eu adoro ler! Sempre adorei!

Não me recordo de quando aprendi a ler, mas gostava de ter sido o meu pai, nessa altura, para poder assistir ao meu ar maravilhado sempre que juntava as letras e conseguia construir as palavras escritas nos jornais, ou nas paredes, ou nos toldos das lojas, ou nos livros!

Eu não me lembro, mas gostava de ter sido o meu pai e de ter ficado com os olhos a brilhar por eu ter os meus enormes olhos naquela pequena cara, também a brilhar, simplesmente porque conseguia fazer aquela magia tão especial, que os adultos faziam, de juntar letras e saírem palavras.

Gostava de me lembrar do caminho que fazíamos, de casa para a escola e da escola para casa, daqueles dias em que íamos de autocarro - o 56 55 (o meu pai ligou-me a corrigir!) e que às vezes era tinha dois andares - e eu lia tudo o que aparecia no caminho, e os meus enormes olhos brilhavam e sorriam, e os meus pequenos lábios sorriam e eu olhava para o meu pai, com os olhos enormes a brilhar e a pequena boca a sorrir e ele olhava-me de volta, com o ar dele de orgulhoso e sorria-me.

Foi um orgulho para ambos, quando aprendi a ler. Foi magia para os dois. Foi mais um elo de ligação que se criou entre nós os dois. Ele passou a poder oferecer-me livros! As melhores prendas que me pode dar!

Ele deu-me uma vez um livro sobre como se fazia o azeite... E outro sobre como se fazia a borracha... E outro que era "O Livro dos Porquês"... E o D. Quixote... E a Alice No País Das Maravilhas... E Os Lusiadas... E tantos que me fizeram vaijar, sonhar, ser outra noutro local...

Mas mais importante do que os livros, ele deu-me a vontade e o gosto pela leitura!

 

Era uma vez uma menina que aprendeu a ler... e nunca mais parou.

 

 



12 conversas

Queres conversar?

Arrumação

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Just Mom @:

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow